SEGUNDA ETAPA – MAIS SAÚDE: CAMPANHA DE COMBATE A HANSENÍASE, VERMINOSES E TRACOMA EM URUOCA

Publicada em 08/08/2018 às 14:39:46 por Secretaria de Saúde

O Governo Municipal de Uruoca, através da Secretaria de Saúde realizou com sucesso a segunda etapa da Campanha de prevenção as Hanseníase, Verminoses e Tracoma, onde foram executados os tratamentos adequados a todas as crianças e familiares para o tracoma e aplicação da dose única para a prevenção das verminoses. Ação promovida pela Vigilância a saúde com apoio das Unidades Básicas de Saúde que realizaram o acolhimento aos pacientes e familiares com a preparação das palestras e aplicação do tratamento medicamentoso. Ao todo foram contempladas as crianças e seus contatos (familiares) nas escolas da sede. Continuando a campanha ao iniciar as aulas nas escolas dos distritos de Campanário e Paracuá.

Durante a Campanha, foi realizado uma busca ativa de casos novos. Executando exames para detecção e tratamento dos casos de tracoma. Os profissionais observaram os sinais e sintomas das doenças. Com isso, o município espera aumentar o diagnóstico precoce e identificar comunidades em que a hanseníase, tracoma e verminoses ainda persistem.

SAIBA MAIS:

Hanseníase

Doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Atinge principalmente a pele e os nervos de pessoas de qualquer sexo, idade ou classe social. Se não for tratada, a doença pode causar diversas deformidades pelo corpo.

Verminoses

Infecções causadas por parasitas que se instalam no interior do corpo. As verminoses podem causar dores abdominais, diarreias frequentes, anemia, palidez excessiva, perda de peso, barriga inchada e sangramentos intestinais. Em crianças, pode haver dificuldade de aprendizagem e retardo no crescimento.

Tracoma

Doença bacteriana que acomete os olhos. Se não for tratada, pode prejudicar a visão e causar cegueira. Os olhos de pessoas afetadas pelo Tracoma podem apresentar vermelhidão, lacrimejamento, coceira, irritação, secreção, sensação de corpo estranho e intolerância à luz. Em alguns casos, não há manifestação de sintomas.